Japão abre mercado para o material genético avícola do Brasil

17/08/2021

O Japão abriu seu mercado para a genética avícola do Brasil, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) a partir de informação divulgada na última semana pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do Brasil.

A abertura vale para empresas genéticas de ovos férteis e pintos de um dia instaladas no Brasil, que atendam aos requisitos de saúde animal publicados pelas autoridades sanitárias japonesas em seu certificado.

A relação entre produtores avícolas do Brasil e o mercado japonês é uma das mais tradicionais do agronegócio nacional.  São cerca de quatro décadas de exportações de carne de frango com a nação que hoje figura como segundo principal destino para o produto brasileiro. 

“A nova oportunidade para as vendas de produtos avícolas do Brasil, desta vez com foco em genética avícola, reforça o reconhecimento do mercado japonês quando aos elevados critérios sanitários e de qualidade, especialmente neste segmento, com forte agregação de valor, que agora ganha o reforço da marca internacional Brazilian Breeders”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Simpósio Facta aborda produção sem antimic. melhoradores de desempenho

Leia Mais

Exportações de carne suína alcançam 89,3 mil toneladas em maio

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox