Produtores de alimentos e consumidores perdem com tabela de frete, afirma a ABPA

09/08/2018

São Paulo, 09 de agosto de 2018 –  A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) vem a público manifestar seus protestos com a oficialização da nova tabela de frete, por meio da Lei n° 13.703, publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU).

A ABPA destaca que o tabelamento causa um grave cenário de insegurança jurídica, o que tem impacto na comercialização de insumos.  Como consequência, há uma forte elevação dos custos embutidos pelo transporte, que acarretarão em elevações de preços ao consumidor, impactando diretamente a inflação.

A competitividade nacional e internacional do País está em jogo neste momento. A questão logística, que já é um entrave para a capacidade produtiva nacional, passou a ser um fator de retenção de negócios.  Com o menor fluxo produtivo, os custos da nova tabela poderão desencadear impactos na manutenção dos postos de trabalho e causar inflação.

Para a avicultura e a suinocultura do Brasil, há uma clara deturpação no papel que esta tabela deveria ter, que seria estritamente de referência.  Todos pagarão um preço elevado pelo tabelamento, sejam produtores, consumidores e até mesmo os transportadores.

Primeira ocorrência de PSA nas Américas acende alerta da suinocultura do Brasil

Leia Mais

Exportadores promovem campanha num dos bairros mais movimentados de Tóquio

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox