ABPA comemora decisão da Camex de não sobretaxar aço chinês

18/01/2018

São Paulo, 18 de janeiro de 2018 – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) recebeu com otimismo a informação sobre a decisão da Câmara de Comércio de Exterior (Camex) de não sobretaxar os laminados de aço “prensados a quente” importados da China e da Rússia, como medida antidumping.

De acordo com o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, a decisão deve influenciar positivamente as negociações entre brasileiros e chineses nas investigações em curso pelo Governo do país asiático contra as exportações de carne de frango do Brasil.

“Prevaleceu o bom senso na decisão da Camex, especialmente pelo fato do setor de aço estar, atualmente, em um momento diferente daquele em que foi solicitada a investigação.  Conforme fontes nossas na Ásia, a possibilidade desta sobretaxa foi determinante para o início da infundada investigação contra o setor exportador de aves. O Brasil deve ser uma nação aberta ao comércio internacional, e não adotar medidas restritivas”, explica Turra.

Iniciada em agosto de 2017, a investigação contra os exportadores de carne de frango partiu da acusação apresentada por produtores de aves chineses.  A investigação incluiu, inclusive, empresas que não exportam para a China.

“Respeitamos os regulamentos da Organização Mundial do Comércio e não praticamos dumping.  Não há nexo causal entre as exportações brasileiras e qualquer eventual situação mercadológica local.  Vamos explicitar todos os pontos e reiterar às autoridades que o Brasil deseja seguir como um parceiro sólido e altamente confiável pela segurança alimentar da China, mantendo os atuais níveis de exportação”, ressalta Turra.

Em 2017, a China foi responsável pelas importações de 9,2% do total de carne de frango embarcadas pelo Brasil, e de 7,1% das exportações de carne suína.   O país foi destino de 391 mil toneladas de aves e de 48,9 mil toneladas de carne suína que, juntas, geraram US$ 861 milhões em divisas para a balança comercial brasileira.

Simpósio Facta aborda produção sem antimic. melhoradores de desempenho

Leia Mais

Exportações de carne suína alcançam 89,3 mil toneladas em maio

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox