ABPA comemora habilitação das primeiras plantas de carne suína para o Canadá

15/06/2022

Mercado abriu recentemente suas portas para o produto brasileiro

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) comemorou a habilitação das três primeiras plantas frigoríficas para o mercado do Canadá, conforme informação repassada ontem à entidade pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

As habilitações, de unidades localizadas no Estado de Santa Catarina, correspondem a duas plantas da Seara Alimentos, de Itapiranga e de São Miguel do Oeste, e uma da Cooperativa Central Aurora, de Chapecó.

“A habilitação destas primeiras plantas vem em um momento importante para o setor produtivo, diante das dificuldades enfrentadas com as altas dos custos de produção e a necessidade de incrementar as vendas internacionais de carne suína. É um resultado do trabalho de excelência desempenhado pelo Ministério da Agricultura. Há expectativa de que, em breve, novas plantas sejam habilitadas.”, analisa o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Embora seja o terceiro maior exportador global de carne suína (em 2021, o país exportou 1,5 milhão de toneladas), o Canadá também é um comprador relevante no mercado internacional. Em média, o país importa 250 mil toneladas anualmente.

“Com as novas habilitações, deveremos embarcar em breve produtos para este mercado de alto valor agregado, que demanda produtos premium, especialmente barriga e costela.  Vamos focar em suprir lacunas não atendidas, em complementariedade à produção local”, completa Luis Rua, diretor de mercados da ABPA.

Energia limpa moverá o #SIAVS2022

Leia Mais

Simpósio Facta aborda produção sem antimic. melhoradores de desempenho

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox