CARNE SUÍNA: Volume exportado pelo Brasil mantém alta em 2019

05/04/2019

São Paulo, 05 de abril de 2019 – As exportações brasileiras de carne suína (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 54,8 mil toneladas em março, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).  O volume é 5,6% inferior ao desempenho registrado no mesmo período do ano passado, com 58,1 mil toneladas.

Em receita, houve retração de 7,8% em relação ao mesmo período do ano passado, com US$ 106,6 milhões em março de 2019 e US$ 115,7 milhões em março do ano passado.

O resultado do primeiro trimestre segue positivo para o setor produtivo, com total de 157,5 mil toneladas exportadas, volume 1,46% superior ao embarcado no mesmo período de 2018, com 155,2 mil toneladas.   O saldo cambial totalizou US$ 298,3 milhões, desempenho 5,4% menor que o realizado em 2018, com US$ 315,3 milhões.

“Apesar da retração no número mensal, o saldo das vendas acumuladas em 2019 segue positivo, com elevações sequenciais em janeiro, fevereiro e março, que deve ganhar impulso, também, com o bom fluxo das exportações para a China, Vietnam, Coreia do Sul, Filipinas, Japão e a Rússia”, analisa Francisco Turra, presidente da ABPA.

Abaixo a lista de principais destinos para as exportações de carne suína brasileiras em março:

POSIÇÃO PAÍS IMPORTADOR SALDO EM MARÇO (MIL TONS) SHARE (%)
1 CHINA 13,023 24,0%
2 HONG KONG 12,852 23,7%
3 RUSSIA 6,497 12,0%
4 CHILE 3,436 6,3%
5 URUGUAI 3,043 5,6%
6 CINGAPURA 3,016 5,6%
7 ARGENTINA 2,581 4,8%
8 ANGOLA 1,878 3,5%
9 GEORGIA 1,459 2,7%
10 VIETNA 1,023 1,9%

Primeira ocorrência de PSA nas Américas acende alerta da suinocultura do Brasil

Leia Mais

Exportadores promovem campanha num dos bairros mais movimentados de Tóquio

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox