Exportações de ovos iniciam 2022 com alta de 42,6%

11/02/2022

Custos impactam preço internacional e receita das exportações cresce 52,3%

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que as exportações brasileiras de ovos (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram em janeiro 2,316 mil toneladas, volume que supera em 42,6% o total embarcado no mesmo período de 2021, com 1,624 mil toneladas.

As vendas internacionais do setor de ovos geraram em janeiro receita de US$ 3,089 milhões, número 52,3% superior ao registrado em 2021, com US$ 2,029 milhões.

Os Emirados Árabes Unidos seguem como principais destinos das exportações de ovos, com 1,937 mil toneladas importadas em janeiro, um crescimento de 70% em relação ao mesmo período de 2021.

“Os produtores de ovos estão enfrentando custos do milho e do farelo de soja em patamares históricos, assim como os produtores de carnes de aves e de suínos. O mercado internacional tem sido uma via utilizada para diminuir a pressão desses custos sobre a rentabilidade das empresas que contam com a opção de enviar produtos para o exterior. Exatamente por isto, é esperado que as vendas para o exterior sigam em alta ao longo de 2022”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Receita de exportações de ovos cresce 61,7% em 2022

Leia Mais

Receita de exportações de genética avícola cresce 22,7% em agosto

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox