Setores avícola e suinícola projetam quase US$ 900 milhões após SIAL Paris

21/10/2022

Negócios fechados no evento ultrapassam US$ 180 milhões; ação organizada pela ABPA & ApexBrasil viabilizou a participação de 23 agroindústrias

Após cinco dias de agendas lotadas com encontros de negócios, degustações, promoção de imagem setorial e prospecções de novas exportações, a ação organizada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (ApexBrasil) na Sial Paris, terminou positiva em negócios fechados e projetados.

Encerrada na quarta-feira (19), a ação setorial realizada durante uma das maiores feiras de alimentos do mundo gerou centenas de milhões de dólares em negócios para o setor e o país, a partir das ações estratégicas respaldadas pelas marcas internacionais Brazilian Chicken, Brazilian Pork, Brazilian Egg, Brazilian Breeders e Brazilian Duck. 

Apenas durante os dias do evento, as 23 agroindústrias integradas ao espaço exclusivo da ABPA&ApexBrasil na SIAL fecharam US$ 182 milhões em negócios, segundo levantamentos feitos junto aos exportadores.  Os negócios projetados para os próximos 12 meses são ainda mais expressivos, devendo alcançar US$ 833 milhões, de acordo com as empresas participantes. Mais de 3.500 importadores e potenciais clientes visitaram o espaço nos cinco dias de evento – 1.300 deles, são novos contatos.

E os associados da ABPA estiveram em peso na SIAL Paris. Ao todo, 23 agroindústrias confirmaram participação no espaço da ABPA. Entre elas, estão:  Bello Alimentos, C Vale, Copacol, GTFoods, SSA, Zanchetta, Somave, Avenorte, Jaguafrangos, Avivar, Vibra, Villa Germânia, Vossko, Lar, Coasul, Rivelli Alimentos, Netto Alimentos, Dália Alimentos, Alibem, Ecofrigo Bugio, Frimesa, Pif Paf e Saudali.

Fora da área da entidade, outras associadas marcaram presença. É o caso da Cooperativa Central Aurora Alimentos, da BRF, da Frigoestrela, da Pamplona Alimentos e da Seara Alimentos, que participaram com áreas próprias ou por meio de parcerias, as agroindústrias concretizam negócios e prospectando novas oportunidades para a avicultura e a suinocultura do Brasil.  

A participação da avicultura e da suinocultura do Brasil na SIAL Paris não se resumiu a negócios. Na área gastronômica, milhares de pratos à base de carne de carne avícola brasileira foram servidos. O espaço, comandado pelo chef Marcelo Bortolon, promoveu o serviço de pratos tradicionais na culinária brasileira (original e adaptada) como frango assado com polenta, estrogonofe de frango, schnitzel de frango, risotos e cortes de frango ao creme de queijos. 

Ao mesmo tempo, materiais promocionais com informações sobre associados e a cadeia produtiva foram distribuídos na ação, detalhando questões como fatores de qualidade dos produtos, dados da cadeia produtiva, status sanitário brasileiro e o perfil sustentável da produção. Os materiais foram entregues para os visitantes do espaço, stakeholders e outros contatos relevantes para o setor brasileiro.

A ABPA recebeu também diversas autoridades nacionais e internacionais ao longo dos 5 dias de feira.

A ação contou ainda com a participação do setor no SIAL Talks – espaço de debates em meio à SIAL Paris. Sustentabilidade e o papel dos produtores de proteína animal do Brasil foi o tema da apresentação feita pelo presidente da ABPA, Ricardo Santin, que destacou o desenvolvimento tecnológico e os fatores competitivos naturais que fazem do Brasil um porto seguro para o fornecimento global de proteína animal. Com Santin, participaram do SIAL Talks a diretora técnica da ABIEC, Cínthia Torres e George Candon, consultor de PR na Europa da ApexBrasil.

Outro destaque da ação da ABPA & ApexBrasil foi o lançamento do livro “Halal Poultry – From Brazil to the World”. A obra, assinada pelo fotógrafo Manoel Petry, conta em imagens, fatos e dados a representatividade e parte da história da produção e exportação brasileira de carne de frango halal. A obra é resultado de uma parceria entre a ABPA e a ApexBrasil, juntamente com as certificadoras CDIAL Halal e FAMBRAS HALAL, bem como com o apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

Em suas quase 100 páginas, o livro mostra imagens sobre o cuidado e o respeito aos preceitos islâmicos aplicados pelas empresas exportadoras brasileiras ao longo de quase cinco décadas de exportações, em uma relação sólida que transformou o Brasil no maior exportador de carne de frango halal do planeta – com embarque anual próximo a 2 milhões de toneladas de produtos.

“A ação na capital francesa superou as nossas expectativas. Promovemos ações em diversas linhas estratégicas e, como fruto, alcançamos resultados excepcionais em exportações para o País, além de ganhos de imagem e fortalecimento de laços com clientes que vão além da União Europeia, alcançando Ásia, África e o Oriente Médio. Os números financeiros confirmam o resultado da ação, fortalecendo o Brasil como porto seguro para o fornecimento de proteínas para o mundo”, destaca o presidente da ABPA, Ricardo Santin. 

SUSTENTABILIDADE: ABPA lança guia com orientações sobre gestão de GEE

Leia Mais

Receita de exportações de ovos cresce 26,6% em outubro

Leia Mais

Conheça os projetos de apoio à exportação de proteínas brasileiras

Brazilian Pork Brazilian Chicken Brazilian Egg
WordPress Image Lightbox